Incrível

Após batida de carro, menina de 6 anos é praticamente cortada ao meio por não usar cinto de segurança

loading...

Infelizmente, grande parte das pessoas não utiliza cinto de segurança no banco de trás, um procedimento muito importante que já salvou muitas vidas.

A prova disso é Samantha, uma menina com apenas 6 anos que estava no carro com o pai, em Henrico, Virgínia (EUA), quando tiveram um acidente.

Shelly, a mãe de Samantha foi imediatamente alertada que o marido e a filha tinham ido contra uma árvore e que a pequena estava no hospital com lesões na cabeça e uma laceração estomacal.

Os pais de Samantha acharam que a menina já não tinha necessidade de usar a cadeirinha e colocaram o cinto de segurança do pescoço para trás, fazendo com que a força do cinto abdominal exercesse mais pressão sobre o estômago.

large_menina_sem_o_cinto-min

large_hospital-min

O embate do acidente foi de tal forma forte que Samantha ficou com uma enorme ferida na barriga, que teve de ser fechada por cirurgiões para garantir que os órgãos permaneciam no sítio certo.

De acordo com os médicos que a trataram, “Samantha foi basicamente cortada ao meio”.

Passadas 3 semanas, a mãe recebeu autorização para levar Samantha para casa, onde iria observar a pequena diariamente e avaliar o seu desenvolvimento.

Entretanto, até os médicos se certificarem que a menina fica curada, o clipe que tinham inserido na sua barriga vai permanecer.

large_ferida_na_barriga-min

Loading...

“Os cintos de ombros são cintos de ombros – nunca atrás, nas costas, nunca abaixo dos braços. Esta mãe corajosa e incrível está a falar sobre como o erro que cometeu fez com que a sua filha de 6 anos tivesse uma lesão na cabeça e uma laceração abdominal numa batida – já que as lesões poderiam ter sido prevenidas se a menina estivesse a usar o cinto dos ombros à frente do corpo, numa cadeirinha”, explicou The Car Seat Lady, uma entendida na matéria.

Quando colocado atrás, o cinto retira toda a proteção da cabeça e peito e permite à cabeça mover-se muito mais para a frente do que o suposto. Desta forma, é muito mais provável uma pessoa bater no banco da frente ou até na porta, sujeita a magoar a cabeça e pescoço gravemente.

large_filha_no_hospital-min

Para além disso, colocá-lo atrás afeta ainda a cão do cinto do colo, que deixa de ter algo que ajude a manter a parte superior do corpo para trás. Assim, o cinto do colo apoia-se com mais intensidade nos ossos da anca e barriga e pode “cortar ao meio” a pessoa, tal como ia acontecendo a Samantha.

A menina podia ainda ter sofrido lesões medulares inferiores, mas felizmente ainda teve sorte.

[av-share]large_como_colocar_o_bebe-min
[/av-share]

Este é um alerta muito importante para todos os pais, que pode realmente evitar situações destas e salvar vidas.

PARTILHA!

loading...
Loading...
loading...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Vistos

To Top