Incrível

Este casal de 21 anos recebe uma pena de 60 anos de prisão por fazer ao bebé deles.

loading...

Este casal de 21 anos recebe uma pena de 60 anos de prisão por fazer ao bebé deles. 

Não há escola que ensine a ser pai. Não há diretrizes que indicam o que fazer ou para onde ir se o bebé está em apuros. Não há manual de instruções para indicar como educar os filhos bem. Estamos de acordo, para ser pai devemos aprendê-lo com experiência, portanto, erros são permitidos.

No entanto, somos pessoas nascidas com uma vantagem sobre os outros animais porque somos capazes de raciocinar. Podemos chamá-lo de bom senso, consciência, julgamento, ou o que quer que seja. O importante é que nós podemos deliberadamente escolher entre uma vasta gama de possibilidades. Brittany e Justin Alston, um casal americano, 21, optou por deixar morrer um bebé recém-nascido dentro da sua próprio casa. Embora Deus, o destino ou a sorte, não tenha deixado que o pequeno morra, a história é tão cruel e verdadeira. Hoje ambos estão apenas começar a pagar pelos seus actos e a cumprir uma pena de 60 anos de prisão.

inline_9070_577539245ab46

Tudo aconteceu no dia em que o casal decidiu que iria fazer uma festa em casa. Eles convidaram todos os amigos, vizinhos, e foram embebedando-se com o passar do tempo. De repente, um dos convidados foi à casa de banho e ouviu gritos fracos. Intrigado, ele abriu a porta que dava para uma sala e vi-o lá; o pequeno Riley, um bebé com menos de um ano de idade, flutuando numa piscina de vómito, urina e fezes. Desnutrido e a morrer. Estava assim há dias, e o casal nem se importava.

Loading...

O convidado rapidamente chamou a polícia.

Minutos depois, Justin e Britanny foram presos e interrogados. Tudo isso enquanto o bebezinho lutava pela vida no hospital. Os médicos disseram que ter sobrevivido foi um milagre.

[av-share]inline_9070_577539e3de004[/av-share]

O casal, com uma atitude fria e distante, disse não considerar que os alimentos para o pequeno era algo com que se devia preocupar. Brittany, a mãe, disse mesmo que era mais importante mudar o óleo do motor do carro que estar atenta à saúde do filho.

Justiça não hesitou em condenar os dois a uma pena de 60 anos atrás das grades.

O pequeno Riley está agora num centro de adoção e espera encontrar pais que sejam capazes de amá-lo e se preocuparem com ele.

loading...
Loading...
loading...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Vistos

To Top